Surto de conjuntivite registra 422 casos em 2018, diz Saúde de João Pessoa

26 Mar






































João Pessoa já registrou, nos três primeiros meses de 2018, 422 casos de conjuntivite. De acordo com a Gerência de Vigilância Epidemiológica (Viep), trata-se de um surto da doença. Foram 141 casos em janeiro, 67 em fevereiro e 214 no mês de março. O número significa uma média de quatro casos registrados por dia.

O aumento do número dos casos se justifica pela época do ano, em decorrência do calor, do suor e do tempo. É preciso evitar o uso de automedicação, já que a doença pode causar sequelas oculares.

Estamos vivendo um surto de conjuntivite viral, em função dos altos índices da doença, em João Pessoa, nesse período de verão. Quem contagia a doença se queixa de olhos vermelhos, dores nas pálpebras, lacrimejamento, secreção ocular e visão borrada. É preciso cuidado no uso da alta medicação, já que a doença causa sequelas oculares.

O contágio se dá quando uma pessoa toca algum objeto contaminado por alguém que está com conjuntivite e leva a mão aos olhos ou ao rosto. Os casos mais comuns são os causados por vírus, cujos sintomas são a coceira, vermelhidão nos olhos e intolerância à claridade. Mas o quadro pode se agravar se não houver um tratamento imediato, ocorrendo a proliferação de bactérias no local, causando o aparecimento de uma secreção amarelada. Ao perceber os sintomas, o usuário deve procurar a unidade de saúde da família para ser atendido.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa, a conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva e pode ser causada por diversos agentes etiológicos, ou seja, vírus, bactéria ou fungos, podendo ser contagiosa se não for alérgica. O monitoramento dos casos na capital é realizado semanalmente.




Fonte: G1

Contatos SPO

Entre em contato conosco, para dúvidas e sujestões.